Outros autores do Pré-Modernismo

Alcides Maya

Alcides Maya é considerado o precursor na temática prosa de ficção, ao abordar a queda do velho latifúndio em razão da modernidade da agropecuária gaúcha.

Em suas obras Ruínas vivas (1910), Tapera (1911) e Alma bárbara (1922), o autor investiga a decadência das tradicionais estâncias gaúchas, utilizando linguagem capciosa e deixando transparecer a tristeza e dramaticidade em suas obras.

Foi o primeiro gaúcho a ingressar na Academia Brasileira de Letras, sendo o segundo ocupante da cadeira 4. Foi eleito em 6 de setembro de 1913, na sucessão de Aluísio Azevedo, tendo sido recebido por Rodrigo Otávio, em 21 de julho de 1914.


Alcides Maya (1878 – 1944)

  
Como referenciar: "Alcides Maya" em Só Literatura. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 19/02/2019 às 21:50. Disponível na Internet em http://www.soliteratura.com.br/premodernismo/premodernismo12.php