Você está em Material de apoio > Romantismo

Autores do Romantismo (prosa)

José de Alencar

José de Alencar (1829 - 1877) nasceu em Messejana, no Ceará, e faleceu no Rio de Janeiro.

Advogado, jornalista e romancista, teve papel fundamental para o desenvolvimento do romance e do pensamento intelectual no Brasil do século XIX. É patrono número vinte e três da Academia Brasileira de Letras por escolha de Machado de Assis.

Primeiro escritor romântico a desenvolver o romance com temas mais variados e abrangentes do que seus sucessores. Alencar empenhou-se em retratar diversas esferas e incluir o maior número de tipos de personagens até então vistos na literatura brasileira.


José de Alencar

Alencar não se contentou somente com a sociedade burguesa carioca de seu tempo mas, também, empenhou-se nos tipos brasileiros como o gaúcho e o sertanejo. Sua intenção era de retratar um painel geral do país, de norte a sul, além de tentar estabelecer uma linguagem brasileira.

Segundo o crítico José de Nicola em seu Literatura Brasileira: das origens aos nossos dias (ed. Scipione, 2001), a obra de José de Alencar é um retrato de suas condições políticas e sociais: grande proprietário de terras, político e conservador, monarquista, nacionalista exagerado e escravocrata. O romancista transparece essas posições em sua obra, como se pode perceber na maneira como retrata os índios e a sexualidade feminina em seus romances.

A seguir, veremos quais são suas principais obras e como elas são divididas.

Como referenciar: "José de Alencar" em Só Literatura. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 17/10/2019 às 14:46. Disponível na Internet em http://www.soliteratura.com.br/romantismo/romantismo12.php