Outros autores do Pré-Modernismo

Coelho Neto

Representante das correntes mais acadêmicas e tradicionais da época. Recebeu o título de príncipe dos prosadores brasileiros, em razão do estilo repleto de pompa e solene.

Deixou uma vasta obra, sendo O turbilhão (de 1906) e Rei negro (de 1914) seus romances mais admirados. Durante muitos anos, Coelho Neto foi o autor mais lido do Brasil. O autor assinava trabalhos com seu próprio nome e também escrevia sob inúmeros pseudônimos, como Anselmo Ribas, Caliban, Ariel, Amador Santelmo, etc.

Fatores como linguagem prolixa e o gosto pelo exagero verbal acabaram por ofuscar os eventuais méritos de suas obras. Foi combatido pelos modernistas, sendo pouco lido desde então, em verdadeiro ostracismo intelectual e literário.


Coelho Neto (1864 - 1934)

  
Como referenciar: "Coelho Neto" em Só Literatura. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 21/09/2019 às 08:43. Disponível na Internet em http://www.soliteratura.com.br/premodernismo/premodernismo9.php