Você está em Material de apoio > Modernismo

Modernismo

Contexto histórico

As inquietações da primeira década do século XX se tornaram mais visíveis nos anos 1920, quando a República do café com leite apresentava sinais de decadência.

O contexto da crise da República no Brasil se deu no período bastante rico do ponto de vista cultural. No contexto mundial, era o período pós-guerra, e o continente europeu celebrava o fim do conflito e experimentava a efervescência intelectual.


Primeira Guerra Mundial

A arte moderna nasceu dessas várias tendências e se espalhou pelo mundo inteiro com a influência das vanguardas europeias: Futurismo, Expressionismo, Dadaísmo e Cubismo.


Vanguardas europeias – artes plásticas

Neste panorama de inquietações, foi organizada a Semana da Arte Moderna, movimento de caráter artístico, social e político, que ocorreu em fevereiro de 1922.


Cartazes Semana de Arte Moderna

Podemos afirmar que a Semana de Arte Moderna causou uma revolução na cultura brasileira, onde jovens artistas, cansados da literatura inspirada nas escolas europeias e de caráter burguês, puderam mostrar o que estavam produzindo de novo no país.


Publicação - Semana de Arte Moderna


Os modernistas que concretizaram a Semana de Arte Moderna em 1922

O Modernismo no Brasil

No começo do século XX, as correntes artísticas desenvolvidas na Europa (Dadaísmo, Surrealismo, Expressionismo, Futurismo) constituíram a arte moderna europeia. Os artistas brasileiros, em suas viagens ao exterior, voltavam sob estas novas influências que, aliadas ao desejo de mudança, permitiram o início do Modernismo no Brasil.


Oswald de Andrade, Manuel Bandeira e Mário de Andrade: representantes do Modernismo.

Como referenciar: "Modernismo" em Só Literatura. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 21/09/2019 às 08:49. Disponível na Internet em http://www.soliteratura.com.br/modernismo/